Subscribe:

quarta-feira, 31 de agosto de 2011

The Outsourced - Terceirizando Risadas

Uma palavra se faz muito comum a pouco mais de 10 anos, outsourcing. No Brasil é conhecida em uma tradução livre como "terceirização de serviços. Esse processo "evolutivo" é extremamente rentável para as organizações e trouxe para o eixo central do capitalismo países economicamente deficitários na economia mundial, como a Índia, que é palco de um dos mais novos e engraçados seriados da TV Americana, o The Outsourced. O seriado se passa na cidade de Mumbai, Índia, em uma central de telemarketing que acabou de ser terceirizada por uma empresa americana no mercado de venda de produtos de entretenimento e gira em torno de Todd Dempsy, um americano nascido na Cidade do Kansas, funcionário exemplar que do dia para a noite é obrigado a se transferir, junto com toda a central de atendimento telefônico (Call Center) para Índia.


Na vida real o Outsourcing é o uso estratégico de recursos externos (fora do país) para a realização de atividades tradicionalmente realizadas por pessoas e equipes internas, baixando assim o custo de execução de tal atividade, tendo maior controle dos gastos e aumentando muito o lucro. No Brasil o termo se misturou com a expressão "terceirização de serviços", porém há algumas diferenças, pois a terceirização basicamente é a mão de obra contratada de uma outra empresa para realizar atividades que poderiam ser executadas pela empresa contratante, tendo como diferencial ao outsourcing o fato de ambos, empresa contratante e prestadora de serviço, estarem no mesmo país e muitas vezes no mesmo estado ou cidade.

 Veja a descrição de alguns personagens centrais:

Rajiv Gidwani é o assistente direto de Todd, é um cara de humor inconstante que está sempre disposto a demitir qualquer pessoa por motivos ínfimos.

Manmeet é um cara metido a bonitão que sonha a todo instante com os Estados Unidos, é muito garanhão pelo telefone.


Asha é o amor indiano de Todd, ela é muito competente e acaba se tornando a voz da razão no escritório.

Gupta é um cara muito falante que adora ser o centro das atenções, mas como todas as pessoas que falam demais, ele ouve de menos, causando diversas situações com seu jeito afeminado.

Madhuri é uma mulher tímida cheia de problemas familiares, que no começo teve sua capacidade contestada, mas com ajuda de Todd soube reverter a situação.

Charlie Davies é um gerente de call center de outra empresa, vira amigo de Todd, trazendo um pouco do espírito americano a série.

Tonya é uma linda gerente de call center australiana que é muito espirituosa e aventureira que acaba se envolvendo em um romance com Todd.

A recepção ao seriado foi muito controversa e alcançou 46 pontos dos 100 possíveis no site agregador Metacritic. O programa foi acusado de racista, pois faz gozação direta a cultura indiana, porém algumas boas críticas de órgãos consagrados, como o New York Times, via a colunista Alessandra Stanley, que chamou o seriado de "quite charming", ajudaram a estadia da série na TV por mais uma temporada, chegando a ser indicada no "People's Choice Awards" na categoria Melhor Serie Nova de TV em 2011. Ainda assim o blogueiro e crítico Mikey O'Connell não larga do pé da série produzida pela NBC, despejando comentários contra o seriado.

O curioso de tudo é que a ideia do seriado não é original. Ele foi baseado no filme Outsourced de 2006, dirigido por John Jeffcoat. O filme teve diversas premiações em festivais de cinema da Ásia e Canadá. Sinceramente este filme me é desconhecido, mas fiquei deveras curioso por conhecer já que a repercussão é muito positiva. Clique aqui e veja a resenha do filme no site IMDB.

Se você se interessou em conhecer mais e se aprofundar no assunto Outsourcing, recomendo alguns livros que já li e são muito bons:

OUTSOURCING DE TI - IMPACTOS, DILEMAS, DISCUSSOES E CASOS REAIS
Alberto Luiz Albertin e Otavio Prospero Sanchez

OUTSOURCING
Steven M. Bragg

MANAGING EXPLOSIVE CORPORATE GROWTH
Steven M. Bragg

Qualquer pessoa que já tenha tido contato com o povo e a cultura indiana acaba se identificando com a série The Outsourced porque o indiano e seu sotaque acentuado formam uma combinação ímpar, diferente de tudo que conhecemos no ocidente, acredito que todos se lembram do Rajesh Koothrappali do The Big Bang Theory, não? Imaginem uma série cheia de "Raj's"! Também vale mencionar que o povo indiano é sorridente, carismático e acolhedor, assim como a série, que racista ou não, é um espetáculo altamente recomendado.

3 comentários:

Tayson disse...

Muito bacana, cara! Acho que coincidente eu estava vendo o comercial dessa série essa semana...

Mdonisete disse...

Eu assiste o filme a algum tempo e me identifiquei com a situação. ainda não assisti a serie, mas sei que é com os mesmos atores.....

Silvio disse...

Ontem descobri por acaso essa série. Muito boa mesmo!

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...