Subscribe:

quinta-feira, 21 de julho de 2011

Mike & Molly - Outra Série Sobre O Cotidiano?


Quando você liga sua televisão e vê a chamada de uma série onde o casal principal da trama é de gordinhos, você no mínimo fica curioso. Chama a atenção no primeiro momento pelos personagens centrais serem fora dos padrões estéticos atuais. Muitos só querem ver gordinhos se metendo em encrencas e passando por situações vexatórias e isso não é fora dos padrões culturais de hoje. Já outros poderão se sentir ofendidos pelos mesmos motivos que acabei de citar. Mas vendo a série Mike & Molly você pode se surpreender com a normalidade de duas pessoas com sobrepeso vivendo situações cotidianas de alegria, tristeza e hora ou outra, muito engraçadas.


A série se passa em na cidade de Illinois, Chicago. O policial bonachão Mike Biggs está obstinado em perder peso, pois não aguenta mais as piadinhas de seu parceiro e amigo negro Carl McMilan, que vive gozando-o por diversas coisas, entre elas o seu sobrepeso. Após fazer diversos regimes mal sucedidos ele e passa a frequentar o grupo de "Comedores Compulsivos Anônimos".  Em um desses encontros ele conhece Molly Flynn, uma doce professora primária que também já passou por diversos apuros tentando perder peso. Mike logo se encanta com a moça e passa a corteja-la. A partir desse momento as situações de humor passam a ser constantes entre o casal.

Na vida real vemos com frequência esses gordinhos bonachões e as gordinhas doces, risonhas e simpáticas que de alguma forma já passaram por situações onde tiveram que aturar as piadinhas de mau gosto sobre o quanto comem, o quanto pesam, sobre não caberem em determinada cadeira e todas aquelas piadas que conhecemos muito bem. Alguém já parou pra pensar em como é ser um gordinho ou uma gordinha num mundo tão cruel e preconceituoso? Vivendo a flor da pele toda situação que se apresenta?  Ser gordinho é ter um "escudo defletor" ligado a toda hora, pois os ataques são constantes e vem de onde se menos espera. Muitos conseguem ser um filtro para toda essa maldade, preconceito e piadas de mau gosto, transformando todos esses ingredientes perversos em sorriso e bom humor, mas de fato jamais poderemos mensurar o tamanho da mágoa e tristeza dentro desses corações.

Há outros personagens muito curiosos dentro da série, como o oficial negro e parceiro de Mike,  Carl McMilan, que é um personagem muito estereotipado, mas tem várias piadas muito bem sacadas e engraçadas. Sua mãe Peggy também é um caso a parte, pois é muito religiosa e adora dar lições de moral em ambos. Temos o senegalês Samuel, muito amigo de Mike e Carl é extremamente enigmático e faz a linha de humor sem sorriso, um ótimo personagem. Da parte de Molly, temos sua mãe Joyce, magra, ninfomaníaca, mas com sérios problemas com os homens, mesmo assim vive dando os mais estranhos e impróprios conselhos para a filha Molly. Sua Irmã Victoria, também magra, extremamente promíscua e ninfomaníaca, abusa de substâncias ilícitas, eu acredito que ela é uma das personagens mais interessantes da série.

A série produzida pela CBS esta em sua segunda temporada desde o dia 15/05/2011 e foi criada pelo premiado Mark Roberts. Ela tem como um de seus produtores executivos o famoso Chuck Lorre. Ele é muito conhecido atualmente pela produção de duas séries muito famosas, Two And a Half Men e The Big Bang Theory. Outra curiosidade interessante é que os fãs de Gilmore Girls podem matar a saudade de Melissa McCarthy, que hoje vive o papel de Molly, ela foi a carismática Sookie em Gilrmore Girls, amiga inseparável de Lorelai. Nos Estados unidos a série Mike & Molly mostrou o quanto é contraditória, pois recebeu diversas críticas positivas e muitas negativas, mesmo assim a série continuou a ser produzida pois teve uma boa pontuação em um famoso “site agregador”, o Metacritic, conseguindo 63 de 100 pontos possíveis. O influente crítico norte-americano Randee Dawn fez uma crítica negativa a série, alegando que o elenco é agradável, mas as piadas são velhas e sem graça. Bem, não concordo com ele, pois acredito haver um meio termo bem maior que esse.

A comédia sempre foi um gênero muito contraditório e dos mais difundidos em revistas, jornais, TV e cinema, justamente porque nos faz rir da “desgraça” alheia, das diferenças étnicas, culturais e estéticas, muitas vezes até menosprezando-as. Ser gordinho hoje em dia é muito mais difícil do que se pode imaginar, mesmo assim não sejamos hipócritas, Mike & Molly é uma série agradável e engraçada sobre o cotidiano de duas pessoas apaixonadas, que vivem situações de medo, frustração, diversão amor e desamor que todos nós já vivemos em algum momento de nossas vidas, nos causando pronta simpatia. Se você não assistiu, assista, você ficara encantado.

3 comentários:

Anônimo disse...

Ainda não tive a oportunidade de assistir, mas tenho certeza que deve ser muito boa, sendo uma série dos mesmos produtores de TBBT e Two and Half Man.

Nielly disse...

assistir algumas vezes e não achei mt legal ;T
prefiro the middle

Anônimo disse...

Serie completamente dispensavel. Estragaram este tema "comédia" com pessoas de peso elevado, e percebam que o público alvo é justamente os EUA que tem problemas de sobrepeso em grande parte da população. Se alguém duvida que o objetivo foi justamente este deveria ler mais livros ao invés de engolir o engodo de produtores como Chuck Lorre.

Se procuram uma série que o protagonista representa bem os gordinhos recomendo Drop Dead Diva, se sai muito melhor e sem as famosas "gordices"

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...